Luís Costa @ 21:47

Sex, 09/10/09

 
Saudações Monchiquenses!  
Há pouco mais de vinte e sete anos tive a enorme felicidade de nascer num sítio que hoje tenho o orgulho de chamar casa. Fiz parte do último conjunto de pessoas que viu o primeiro raiar do sol em Monchique e orgulho-me bastante disso. Mas mais importante que lá ter nascido, foi lá ter sido criado. Esta terra foi, em grande parte, responsável pela pessoa que me tornei. Poderia ter nascido exactamente com os mesmos genes, mas caso não tivesse lá vivido seria uma pessoa totalmente diferente. Foi lá que aprendi a andar, a cair, a levantar-me. Foi lá que conheci os meus primeiros (grandes e eternos) amigos e que aprendi valores e princípios pelos quais ainda hoje me rejo. É lá que tenho a minha família e amigos, as minhas raízes. Por isso, acho que posso afirmar que faço parte de Monchique, tanto como Monchique faz parte de mim.
 
É, assim, claramente visível a influência e importância que Monchique tem para mim. Tanta coisa me foi oferecida ao longo do tempo por esta terra que me sinto numa relação onde recebo muito mais do que dou. Tento retribuir bradando por todos os sítios onde passo, a toda a gente que conheço que Monchique é o Jardim do Éden, o paraíso na terra, o melhor sítio do mundo para se viver e passar férias. Acentuo as qualidades, atenuo ou omito os defeitos. Mas sinto sempre que é pouco, que poderia fazer mais qualquer coisa. E é isso que quero fazer: qualquer coisa. Seja o que for. Nem que seja apenas contribuir com uma ideia que seja colocada em prática ou que ajude alguém. E é isso que me move e motiva neste blog. Contribuir sem querer nada de volta, pois Monchique já me deu mais do que eu alguma vez conseguirei retribuir.
 
Saúde da Boa.


De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres


Copiar caracteres

 



Pesquisar
 
subscrever feeds